A Cruz da Vida

Zé Fortuna & Pitangueira

Compositor: Jose Fortuna

(No consultório de um médico
Um moço triste entrou e disse
Doutor! eu quero um remédio pra minha dor
Ando triste, aborrecido
O médico o examinou
E não encontrando doença pro rapaz assim falou)

O seu mal é uma descrença
Das longas datas vividas
Lembrando as lutas que teve
E todas elas perdidas

Por isso tens a existência
Cansada e desiludida
De tanto arrastar pro mundo
A pesada cruz da vida

Vá hoje naquele circo
Pra esquecer sua amargura
Veja naquele palhaço
A mais feliz criatura

Ele faz rir quem está triste
Com as suas diabruras
Só assim se distraindo
A sua mágoa tem cura

O moço abaixou a cabeça
E mais triste respondeu
Se este é o meu remédio
Minha esperança morreu

O palhaço alegra os outros
Tendo em pranto os olhos seus
Não tenho cura por que
Aquele palhaço sou eu

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital