A Velinha do Bolo

Zé Fortuna & Pitangueira

Compositor: Não Disponível

Vendo a filha pedir pão e não podendo comprar
Arlindo se transformou num ladrão profissional
Foi preso e num certo dia da prisão pegou lembrar
Que a filhinha doente, esperava o seu presente pois ia aniversariar.

Ele fugiu da cadeia e foi a filha encontrar
Naquele ranchinho pobre em noite de temporal
Quando a velinha do bolo a menina ia apagar
Ouviram bater na porta, era a polícia de volta que vieram seu pai buscar.

Quando ele abriu a porta somente um tiro se ouviu
Acertando na menina que sobre o bolo caiu
Enquanto o pai ia preso ficou no rancho vazio
A vela do bolo acesa, iluminando a pobreza daquele corpinho frio.

Noutro dia da cadeia ele viu o caixão passar
Levando o corpo da filha para a morada final
Chorando por trás das grades pediu a deus pra levar
Para o céu todas as crianças que, pobre sem esperança, no mundo vive a penar.

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital