Se Não Fosse o Quase

Zé Fortuna & Pitangueira

Compositor: Não Disponível

Se não fosse o quase, quase eu perco o trem
E por quase, quase, quase eu entro bem.
Eu estava namorando quase na beira do rio
Era quase meia noite, quase o pai dela me viu,
Um cachorro quase briga, quase, quase me pegou
Eu corri, pulei a cerca quase que a calça rasgou

Se não fosse o quase, quase eu perco o trem
E por quase, quase, quase eu entro bem.
Fui roubar umas bananas eu tava quase no cacho,
Quase que caí de susto quando o dono chegou embaixo
E me fez comer na marra, quase, quase eu me estrumbico
Quase vinte e cinco dúzias, até o umbigo fazer bico.

Se não fosse o quase, quase eu perco o trem
E por quase, quase, quase eu entro bem.
Namorei uma moça feia, corcunda e quase careca
Quase surda, quase cega, quase que eu levei a breca
Me beijou com tanta força, quase que eu perdi o sentido
E por ser quase banguela, quase tinha me engolido

Se não fosse o quase, quase eu perco o trem
E por quase, quase, quase eu entro bem.
Em muito apuro na vida com o quase eu me livrei
Porém por causa do quase, eu quase me bombardiei
Na loteria esportiva um dia quase eu acertei
Quase que o corintians ganha, mas foi um sonho, acordei.

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital