Cena Real

Zé Fortuna & Pitangueira

Compositor: Jose Fortuna / Pitangueira

Solo:

Paulo e Maria eram dois grandes artistas
Que viviam pelo mundo a viajar.
Quando casaram ela deu-lhe um lenço escrito
\"Pode matar-me se um dia eu lhe deixar\".
Passado um ano outro artiata de renome
Surgiu pra ela e conquistou seu coração.
Ela largou o seu esposo e foi embora
Com seu amante pra viver n\'outra nação.

Dupla:

Paulo saiu a procurar a sua esposa
Em outra terra numa noite ele encontrou.
Anunciado o espetáculo de Maria
No camarim do seu rival sozinho entrou.
Ele fugiu e Paulo vestiu sua roupa
Para poder interpretar o amante seu.
Maria estava já em cena e não sabia
Tudo o que no camarim aconteceu.

Solo:

Era uma cena de traição onde Maria
Chorando estava seu amante a esperar.
Ele devia vir pro trás sem que ela visse
E com o lenço o seu pranto enxugar.
Mais quando ela viu escrito no lencinho
\"Pode mata-me se um dia eu lhe deixar\".
Viu que era Paulo quis fugir mais estava em cena
Foi obrigada o seu papel continuar.

Dupla:

Mais de uma hora de remorso sobre o palco
Representou a sua própria traição.
E comovida com tamanha coincidência
Não resistiu e caiu morta de emoção.
Toda a platéia ao terminar aquele drama
Não esperava aquele trágico final.
Porque ninguém ao ver Maria agonizando
Podia crer que aquela cena era real.

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital